1. Não repreendas asperamente a um velho, mas admoesta-o como a um pai; aos moços, como a irmãos;
  2. às mulheres idosas, como a mães; às moças, como a irmãs, com toda a pureza.
  3. Honra as viúvas que são verdadeiramente viúvas.
  4. Mas, se alguma viúva tiver filhos, ou netos, aprendam eles primeiro a exercer piedade para com a sua própria família, e a recompensar seus progenitores; porque isto é agradável a Deus.
  5. Ora, a que é verdadeiramente viúva e desamparada espera em Deus, e persevera de noite e de dia em súplicas e orações;
  6. mas a que vive em prazeres, embora viva, está morta.
  7. Manda, pois, estas coisas, para que elas sejam irrepreensíveis.
  8. Mas, se alguém não cuida dos seus, e especialmente dos da sua família, tem negado a fé, e é pior que um incrédulo.
  9. Não seja inscrita como viúva nenhuma que tenha menos de sessenta anos, e só a que tenha sido mulher de um só marido,
  10. aprovada com testemunho de boas obras, se criou filhos, se exercitou hospitalidade, se lavou os pés aos santos, se socorreu os atribulados, se praticou toda sorte de boas obras.
  11. Mas rejeita as viúvas mais novas, porque, quando se tornam le5
  12. tendo já a sua condenação por haverem violado a primeira fé;
  13. e, além disto, aprendem também a ser ociosas, andando de casa em casa; e não somente ociosas, mas também faladeiras e intrigantes, falando o que não convém.
  14. Quero pois que as mais novas se casem, tenham filhos, dirijam a sua casa, e não dêem ocasião ao adversário de maldizer;
  15. porque já algumas se desviaram, indo após Satanás.
  16. Se alguma mulher crente tem viúvas, socorra-as, e não se sobrecarregue a igreja, para que esta possa socorrer as que são verdadeiramente viúvas.
  17. Os anciãos que governam bem sejam tidos por dignos de duplicada honra, especialmente os que labutam na pregação e no ensino.
  18. Porque diz a Escritura: Não atarás a boca ao boi quando debulha. E: Digno é o trabalhador do seu salário.
  19. Não aceites acusação contra um ancião, senão com duas ou três testemunhas.
  20. Aos que vivem no pecado, repreende-os na presença de todos, para que também os outros tenham temor.
  21. Conjuro-te diante de Deus, e de Cristo Jesus, e dos anjos eleitos, que sem prevenção guardes estas coisas, nada fazendo com parcialidade.
  22. A ninguém imponhas precipitadamente as mãos, nem participes dos pecados alheios; conserva-te a ti mesmo puro.
  23. Não bebas mais água só, mas usa um pouco de vinho, por causa do teu estômago e das tuas freqüentes enfermidades.
  24. Os pecados de alguns homens são manifestos antes de entrarem em juízo, enquanto os de outros descobrem-se depois.
  25. Da mesma forma também as boas obras são manifestas antecipadamente; e as que não o são não podem ficar ocultas.

Постоянная ссылка на эту страницу bibleonline.ru/bible/por/61/05/.

Выбор перевода и языка



© Библия Онлайн, 2003-2016